As noticias e comentários do dia a dia de uma pequena aldeia da freguesia de Aldeia das Dez no concelho de Oliveira do Hospital.

.Novas noticias

. Nevoeiro de verão

. O CHEIRO DA SERRA

. SÓ DIGO A VERDADE

. PUREZA DE ESPIRITO

. RIO ALVA

. GOULINHO ESTÁ MAIS ...

. MONTE DO COLCURINHO

. FALSOS CRENTES

. ALDEIA DAS DEZ É LIN...

. GOULINHO --- REQUALIF...

. RECORDAR É VIVER

. AMAR A VIDA

. SENHORA DAS PRECES

. TOPONIMIA NO GOULINHO

. GENTE DO POVO

. A MINHA APRESENTAÇÃO

. O QUE SERÁ DO MEU GO...

. RECADOS

. ERICA VULGARES-----URZE

. MARCHA DO GOULINHO

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Terça-feira, 10 de Março de 2009

A juventude

Sempre que a Primavera está a chegar, as minhas encostas enchem-se de vida e cor. Desde as flores e o verde da natureza, até ao chilrear incessante dos passarinhos. Preparam-se os ninhos para a chegada de novas vidas e com elas a esperança da continuidade.

Nestas alturas surgem-me certas questões… Onde está a minha juventude? Ou até como se pode classificar hoje em dia quem é jovem, em aldeias tão envelhecidas? Houve tempos em que as minhas ruas fervilhavam de vida e irreverência! Eles tinham sonhos, acreditavam em mim e queriam participar na minha renovação, no entanto como tantas vezes acontece, os “mais velhos” e “sábios” não os quiseram ouvir, melhor ignoraram as suas vozes e sugestões, afinal eram apenas “miúdos”! Esta forma de tratamento acabou por os afugentar, não aproveitaram a fase do idealismo e esperança, pisaram-lhe os sonhos e ideais, e no fim acabaram por os perder! Quantos ainda cá voltam? Por quanto tempo? Os seus filhos alguma vez me irão conhecer como os seus pais? Duvido… Na nossa vida existem momentos que nos definem como pessoas, e aquela fase critica poderia ter determinado um envolvimento pessoal comigo e com aquilo que eu represento para toda a vida, no entanto o tipo de atitudes tomadas tiveram o efeito inverso de indiferença e até alguma mágoa.
Espero apenas que ainda consigam corrigir os seus erros, mas as mentalidades por vezes são difíceis de alterar… Para quem conhece alguém desde que nasceu, é difícil ver neles algo mais do que os “miúdos” que andavam por ali a correr, apesar de hoje já terem 30 anos, uma vida organizada, família e carreira profissional. Geralmente ouvem-nos mas não os “escutam”…
Existe igualmente a nova juventude, que deverá ser encorajada e louvada na sua participação. Não os tratem como crianças a quem dão certas tarefas para eles andarem entretidos, sem chatearem os “adultos”. As pessoas muitas vezes correspondem apenas às expectativas que têm delas, se esperam o mínimo para quê esforçarem-se? Atribuam tarefas que as responsabilizem e simultaneamente lhes demonstrem confiança nas suas capacidades, provavelmente irão surpreender-se…
Acredito que o problema geral da sociedade é a falta de responsabilização e de fé em que somos capazes de fazer melhor, os nossos objectivos devem ser mais ambiciosos, temos que acreditar em nós e nos outros… Afinal ter esperança no futuro e naquilo que somos capazes! Como disse alguém recentemente: “Yes, we can!”.
publicado por vozdogoulinho às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Rotiv a 11 de Março de 2009 às 12:36
Yes, you can ;)
A juventude está dentro de nós :)
Abraços
De Sandra Rocha a 20 de Março de 2009 às 15:03
Acho que foi você que deixou um comentário no meu blogue, não deixou link mas cá vim a pesquisar :)
Então volte a Trás-os-Montes, cada vez está mais lindo e mais que ver.
Por acaso não conheço o seu concelho nem a sua serra :) mas quem sabe um dia não faça uma visita.
Um bom fim de semana.
De Sandra Rocha a 20 de Março de 2009 às 15:05
Estava a ver as suas fotos, e vejo que tem fontes, também tenho um projecto http://fontesefontanarios.blogspot.com, se quiser contribuir é bem vondo :)
Beijos.
De fontefria_30 a 20 de Março de 2009 às 18:33
Ta fixe o blog bravo boa continuação
http://umcantinhodesaudades.blogspot.com/

http://roque.jose.free.fr/

Estes são os meus tchau
De Rotiv a 20 de Março de 2009 às 19:00
Amigo Lourenço :) bom fim de semana :)
Abraços
De Blogue de Arcozelo da Serra a 21 de Março de 2009 às 00:13
Caro amigo!
Bonita reflexão.
Tenho andado um pouco afastado da www. A vida dá voltas e à altura em que temos que ser nós a dar voltas à vida.
Não tenho tido muito tempo para escrever mas também não quero deixar de divulgar a minha terra...
Surgiu uma proposta de colaboração por parte de um grupo de jovens da minha terra, têm um projecto para um site e necessitam de alguns conteúdos.
Estou sinceramente a pensar em passar a pasta mas continuar a colaborar com eles...
É sangue novo... E como você diz e muito bem "Não os tratem como crianças". São idealistas e apenas precisam de apoio para atingirem objectivos.
Se a mudança é para melhor então podem contar comigo, e espero que com voz do Goulinho também.
Abraço e força aí nos posts.
Blogue de Arcozelo da Serra
De Rotiv a 23 de Março de 2009 às 11:37
Benficaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ;)
De Rotiv a 24 de Março de 2009 às 08:19
António, quanto ao seu pedido e pese embora não seja a pessoa adequada, eu recomendo outro estilo de Música.
Os Narcisos, Grupo de Música Popular de Manteigas :)
De Vitor Andrade a 25 de Março de 2009 às 17:15
Olá !

Passei por aqui para ler as ultimas e deixar um alô em nome da Barroja !

Cumprimentos
De OHpositivo - Nuno Oliveira a 27 de Março de 2009 às 19:06
Boa tarde.

Excelente artigo e sem dúvida bastante pedagógico.
Ao mesmo tempo, transmite uma realidade concreta dos nossos dias.
Sou jovem e orgulho-me de pertencer a um concelho do interior do país, neste caso, Oliveira do Hospital.
Temos menos-valias a vários níveis mas, ao mesmo tempo temos outras que carecem nos sítios de maior dimensão urbana.
Devemos ter sempre a capacidade de assumirmos aquilo que somos e aquilo que temos.
Da vergonha, vivem aqueles que não têm capacidade de assumir as suas realidades. Esses, viverão sempre de ilusões e falsas afirmações pessoais.
Cumprimentos.

P.S. - Já lhe respondi por e-mail ao seu último comentário no ohpositivo.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds