As noticias e comentários do dia a dia de uma pequena aldeia da freguesia de Aldeia das Dez no concelho de Oliveira do Hospital.

.Novas noticias

. Nevoeiro de verão

. O CHEIRO DA SERRA

. SÓ DIGO A VERDADE

. PUREZA DE ESPIRITO

. RIO ALVA

. GOULINHO ESTÁ MAIS ...

. MONTE DO COLCURINHO

. FALSOS CRENTES

. ALDEIA DAS DEZ É LIN...

. GOULINHO --- REQUALIF...

. RECORDAR É VIVER

. AMAR A VIDA

. SENHORA DAS PRECES

. TOPONIMIA NO GOULINHO

. GENTE DO POVO

. A MINHA APRESENTAÇÃO

. O QUE SERÁ DO MEU GO...

. RECADOS

. ERICA VULGARES-----URZE

. MARCHA DO GOULINHO

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Domingo, 24 de Abril de 2011

25 DE ABRIL

 

O vinte cinco de Abril

Foi uma grande alegria

Fomos todos festejar

Eu mais a minha Maria

Acreditem podem querer

Os dois fomos para a rua

Até fomos a correr

Com vontade de cantar

Era a liberdade

E tudo ia mudar

Dizia gente que sabia

Que já podíamos falar

Era soldados e policias

Todos com braço no ar

Era ver a multidão

Toda unida a cantar

Foi uma grande alegria

E não me digam que não

Ver toda aquela gente

A sair de uma prisão

Foi de facto muito lindo

Mas foi uma ilusão

Dai para cá meus senhores

Nasceu tanto comilão

Dizem que são deputados

Fazem as leis da Nação

Temos tantos ministérios

Só nos falta o do mar

Temos o do trabalho

Que nos está a enganar

O desemprego é uma chaga

Dizem que é onze por cento

Não acreditem é mentira

Há tanto despedimento

A fome bateu á porta

À porta de muita gente

O Governo nem ajuda

Gente que é deficiente

Só sabem falar da crise

Mas falam sempre a sorrir

Nunca dizem a verdade

São formados para mentir

Recibos verdes é mato

O trabalho é precário

A saúde é uma chaga

Nossa vida é um calvário

Isto tem que acabar

Tem que haver revolução

È despedir esta gente

Para bem do nosso povo

E para salvar a nação.

 

 

 

 

António Assunção

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por vozdogoulinho às 08:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds