As noticias e comentários do dia a dia de uma pequena aldeia da freguesia de Aldeia das Dez no concelho de Oliveira do Hospital.

.Novas noticias

. Nevoeiro de verão

. O CHEIRO DA SERRA

. SÓ DIGO A VERDADE

. PUREZA DE ESPIRITO

. RIO ALVA

. GOULINHO ESTÁ MAIS ...

. MONTE DO COLCURINHO

. FALSOS CRENTES

. ALDEIA DAS DEZ É LIN...

. GOULINHO --- REQUALIF...

. RECORDAR É VIVER

. AMAR A VIDA

. SENHORA DAS PRECES

. TOPONIMIA NO GOULINHO

. GENTE DO POVO

. A MINHA APRESENTAÇÃO

. O QUE SERÁ DO MEU GO...

. RECADOS

. ERICA VULGARES-----URZE

. MARCHA DO GOULINHO

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Domingo, 31 de Agosto de 2008

A Exposição de Fotografias e a Festa

Na vida muitas vezes deparamo-nos com o imponderável, com os pequenos e grandes imprevistos que a vida nos reserva... Face às contrariedades, por vezes dolorosas e incontroláveis, resta-nos aceitar com serenidade e esperar apenas por dias melhores! É neste momento que as grandes pessoas se revelam, é nos problemas que vem ao de cima a essência de cada um. São estas as alturas em que é necessário que nós nos superemos que por momentos consigamos ser maior que os nossos problemas e ver para além do nosso pequeno mundo, que existe sempre luz ao fundo do túnel e que a vida continua. Os desígnios de Deus são sempre misteriosos por vezes até insondáveis, mas é por isso que existe a FÉ...

Após os tristes acontecimentos no Goulinho, foi necessário engolir a tristeza e guardá-la num cantinho do nosso coração para se poder cumprir com os compromissos assumidos, e foi isso que todos fizeram. Não se interprete isto como falta de solidariedade ou respeito para com a família de quem partiu, mas acima de tudo, como homenagem a quem tinha participado activamente e com orgulho em especial na exposição de fotografias que contou com a sua colaboração.

Relativamente à exposição, dizer que foi um estrondoso sucesso será pouco! Especialmente todos os que tiveram o prazer de a poder visitar ficaram impressionados não só com o profissionalismo da exposição como pela comovente riqueza humana demonstrada pelas fotografias presentes. É de salientar a adesão maciça que teve esta iniciativa que conseguiu juntar aproximadamente 800 fotografias tendo sido feita uma selecção para que as mais representativas estivessem presentes na exposição. Na inauguração para além da presença de jornalistas esteve a Exma. Sra. Vereadora da Cultura da CM de Oliveira do Hospital que face ao que viu, convidou imediatamente a Associação para apresentar a respectiva exposição na Casa da Cultura César de Oliveira, em Oliveira do Hospital, em data ainda a definir (logo que exista data definitiva será divulgada).

  

 

 

 

 

A festa (se assim se poderá chamar face às circunstâncias), baseou-se no cumprir o programa definido com excepção da missa e respectiva procissão que apesar das circunstâncias teve uma boa adesão.

 

 

 

Quero aqui e acima de tudo dizer a todos os meus filhos o quanto me orgulho deles, pois apesar das dificuldades, mantiveram a cabeça erguida e fizeram questão de cumprir os compromissos assumidos apesar de ter sido muito mais fácil baixar os braços e simplesmente desistir... Agora ouçam um velho, que já cá está há muitos e bons anos (pelo menos a maioria deles), nunca desistam, a fuga e o baixar os braços é para os fracos e apesar do que dizem que é um acto de sabedoria saber quando parar, é um acto de cobardia desistir só porque as coisas são difíceis e o caminho atribulado, porque mais tarde nunca se deixarão de perguntar: "E se eu tivesse feito mais, será que...?". Como disse alguém famoso, o pior não é nunca termos conseguido é sim nem sequer termos tentado! Continuem a lutar por mim, e sempre que tiverem dúvidas vão até à fonte fechem os olhos e ouçam-me! A água a correr, os passarinhos, grilos e cigarras a cantar e recordem todas as alegrias que eu já vos dei na vida...

publicado por vozdogoulinho às 10:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds