As noticias e comentários do dia a dia de uma pequena aldeia da freguesia de Aldeia das Dez no concelho de Oliveira do Hospital.

.Novas noticias

. Nevoeiro de verão

. O CHEIRO DA SERRA

. SÓ DIGO A VERDADE

. PUREZA DE ESPIRITO

. RIO ALVA

. GOULINHO ESTÁ MAIS ...

. MONTE DO COLCURINHO

. FALSOS CRENTES

. ALDEIA DAS DEZ É LIN...

. GOULINHO --- REQUALIF...

. RECORDAR É VIVER

. AMAR A VIDA

. SENHORA DAS PRECES

. TOPONIMIA NO GOULINHO

. GENTE DO POVO

. A MINHA APRESENTAÇÃO

. O QUE SERÁ DO MEU GO...

. RECADOS

. ERICA VULGARES-----URZE

. MARCHA DO GOULINHO

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Domingo, 7 de Março de 2010

Roteiro pela Freguesia de Aldeia das Dez

Se gosta de turismo de montanha visite a nossa Freguesia. Para isso basta entrar na chamada estrada da Beira ou seja a Nacional 17 e na localidade de Vendas de Galizes deve seguir por Vila Pouca da Beira em direcção à Ponte das Três Entradas cuja ponte é única na Europa e talvez no Mundo, onde dois rios o Alva e o Alvoco se abraçam.

Aqui deve seguir em direcção a Aldeia das Dez também conhecida pela “aldeia das flores” logo à entrada da povoação tem o Miradouro do Penedo da Saudade de onde pode ver o Vale do Alva, a Ponte das Três Entradas e Santa Ovaia. Ao chegar às primeiras casas desta aldeia o monte que tem em frente é o monte do Colcurinho, um pouco mais á frente tem à direita a capela da Senhora das Dores e à sua esquerda se quiser pernoitar tem o Hotel Rural Quinta da Geia. Se já tiver apetite pode almoçar ou jantar no Restaurante João Brandão também dentro do mesmo empreendimento Hoteleiro cujas ementas são verdadeiros manjares do anjos as sobremesas são divinais.

Daqui pode apreciar a vista sobre a magnifica serra da Estrela. Se gosta de ruas estreitas e de lindas casas construídas em granito então visite as várias ruas da aldeia, bem como a igreja matriz de estilo Barroco que recolhendo no segredo do seu quase anonimato um belo trabalho de talha no retábulo no grupo escultórico do calvário e no cadeiral da tribuna lateral. Esta igreja é dedicada a São Bartolomeu.

Pode também admirar no largo Alfredo Duarte um lindo cruzeiro bem como o chafariz com um painel em azulejo com um lindo poema do distinto médico Dr. Vasco de Campos um pouco a frente à sua esquerda na curva tem a chamada casa do “ S “ à direita a Igreja de Santa Maria Madalena.

Continuando a viagem a estrada é ladeada por vários terrenos outrora todos eles cultivados hoje parte deles estão incultos mas a paisagem não deixa de ter a sua beleza.

Em breve vão passar por um pequeno casario chamado de Cimo da Ribeira e deixar a fronteira do granito e entram na zona do xisto pois uma grande maioria das casas das aldeias anexas a esta freguesia são construídas com esse tipo de pedra.

A próxima localidade é chamada de Goulinho dizem que este nome advém dos tempos em que por aqui passavam os romeiros que vinham de muito longe calcorreando a pé montes e vales para a peregrinação de Nossa Senhora das Preces e pediam então aos moradores desta linda Aldeia um “Golinho” de água .

O Goulinho tem uma capela cujo padroeiro é o grande São Paulo aqui também se presta o culto a outros santos tais como: Santa Filomena, Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora da Boa Viagem (esta imagem foi oferecida a esta capela por um grande Goulinhense chamado António Lourenço Duarte em agradecimento às muitas viagens que fazia e sempre protegido pela mão da Mãe Santíssima ).

 

Se for curioso e dispor de algum tempo visite a rua antiga do Goulinho com algumas casas ainda com o xisto à vista .

 

Continuando e percorrendo cerca de mais um kilometro numa ligeira curva pare se puder pois daqui pode ver a Aldeia das Dez e outras localidades do Concelho de Oliveira do Hospital bem como deliciar a vista sobre a serra da Estrela e Caramulo. Se estiver de frente para Aldeia das Dez vire a sua vista para a direita e daqui já pode ver ligeiramente e aguçar o apetite para a maravilha que em breve vai encontrar.

Continue a viagem: a povoação que agora está a vista dos seus olhos é chamada de Vale de Maceira não sei porque é que se chama assim pois não está num vale e macieiras também tem muito poucas. Os romeiros em tempos até lhe dedicavam uma quadra:

 

Adeus ó vale de Maceira

Pensais que sedes alguém

Se não fosse a Mãe de Deus

Não vos visitava ninguém.

 

 

Agora que está no mais belo Santuário Mariano das Beiras dedicado a Nossa Senhora das Preces. Visite a Igreja Matriz e as várias capelinhas com grupos escultóricos que contam a vida de Cristo desde a última ceia até ao calvário acabando na capela do sepulcro, faça uma visita ao presépio, veja o Fontanário Monumental e o coreto. Junto ao mesmo há um portão que dá acesso a uma frondosa mata com vários lagos e cascatas ( a merecer mais alguma atenção por parte da irmandade do respectivo Santuário).

 

 

Se acabou a visita junto da capela do sepulcro, entre na estrada que passa por cima do cemitério em direcção ao Piodão. Numa curva ligeiramente apertada e um pouco antes da casa da chamada Guarda Florestal encontra uma capela dedicada à Mártir Santa Eufémia, capela esta que também faz parte do Santuário de Nossa Senhora das Preces.

Passando a placa à sua direita que indica as localidades Porto Silvado, Pomares e Gramaça (esta ainda fazendo parte da Freguesia de Aldeia das Dez) siga em frente e cerca de quinhentos metros depois faça uma pequena paragem e veja à sua direita em baixo o pequeno lugar chamado de Casal Cimeiro e parte do Goulinho e todo o vale até Aldeia das Dez. Com a sua vista em frente pode admirar todo o planalto Beirão até à majestosa Serra do Caramulo (é pena que a nossa junta de Freguesia não aproveite este local para edificar aqui um largo com um mínimo de condições para um lindo miradouro).

 

Continue a gozar desta soberba paisagem e siga viagem. Agora tem à sua direita as ribeiras da Moura, do Sobral e Gramaça que vão desaguar na ribeira de Pomares lindo afluente do rio Alva que o vai beijar na linda vila de Avô “Terra dos Poetas” tais como Vaz Garcia de Mascarenhas e o nosso querido já extinto médico Dr. Vasco de Campos.

A serra à sua direita é a Serra da Lousã. Em breve vai encontrar a placa a indicar o monte do Colcurinho… não se assuste! É um caminho estreito mas com um razoável piso em alcatrão. É de salientar que este caminho foi alcatroado graças à boa vontade de muitos crentes na Virgem Nossa Senhora das Necessidades que habita lá no cimo do monte (esta obra deve-se a dinâmica de um homem chamado António Quintino que coordenou a obra bem como andou de mão estendida para que a obra se pudesse concretizar).

A subida é um pouco íngreme mas se for num lindo dia de sol quando atingir o cume do monte ( 1240 mts de altitude ) verá que valeu o esforço.

 

Aqui neste monte miradouro que faz parte da sala de visitas do concelho de Oliveira do Hospital, os senhores visitantes podem desfrutar de uma soberba vista em todas as direcções. Se pensa em visitar o Piódão e estiver virado de frente para a capela pode ver á sua direita lá bem no fundo a aldeia Monumento pode também a esta distancia admirar a maravilhosa construção da Pousada da INATEL.

 

 

A freguesia de Aldeia das Dez agradece a todos os que já nos visitaram e faz votos para que aqueles que escolherem a nossa freguesia para o seu passeio e desfrutar da nossa hospitalidade o façam e que tenham muito boa viagem.

publicado por vozdogoulinho às 10:39
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De crsitina Silva a 9 de Março de 2010 às 16:11
Boa tarde
Confesso que gostei do roteiro pela minha freguesia.
Mas, também confesso que fiquei triste por não ter falado na aldeia do Colcurinho, também ela toda construída em xisto, com uma capelinha muito bonita e que as gentes da nossa terra "teimosamente" cuidam, realizando inclusivé em Janeiro a festa ao Santo Antão; por não ter falado no Chão Sobral (minha terra natal), que tem uma vista fantástica para Aldeia das Dez, Santa Ovaia, uma aldeia onde ainda existem casas em xisto, com uma capela também ela muito bonita e muito bem tratada, e para lém de outros pontos de passagem obrigatória, uma aldeia com uma juventude incrivel onde podemos ver as crianças a correr pelas ruas.
Por tudo isto lanço-lhe um desafio em vez de passar "por cima do cemitério" passe "à porta do cemitério" e vai ver que não se arrepende...
De Voz do Goulinho a 14 de Março de 2010 às 11:48
Cristina, não foi minha intenção ocultar o nome do Chão Sobral, terra que eu gosto, e onde tenho grandes amigos em breve, prometo, irei dedicar uma postagem a essa linda terra.
De Cristina Silva a 14 de Março de 2010 às 22:13
Boa noite, fico muito contente por saber que o meu "Chão" não ficou esquecido.
Cá ficamos a aguardar.
De emprestimo a 28 de Janeiro de 2011 às 19:01
Adorei o blog, conteúdo muito bem escrito, layout bacana com cores amigáveis. Vou aproveitar e adicionar o blog nos meu favoritos. bjs! Maria Cecilia

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds